Mercado

Sasol anuncia operação benéfica em sua fábrica de LDPE em Louisiana

A Sasol anunciou que sua fábrica de Polietileno de Baixa Densidade (LDPE) atingiu operação benéfica em 15 de novembro de 2020, de acordo com o comunicado de imprensa da empresa.

A unidade de LDPE é a sétima e última unidade do Lake Charles Chemicals Complex a entrar em operação. O LCCP está agora 100% completo, com previsão de despesas de capital total dentro da orientação comunicada anteriormente de US$ 12,8 bilhões.

“Este marco finaliza com segurança o nosso Projeto Lake Charles Chemicals e prepara o terreno para o próximo passo na evolução do nosso negócio de produtos químicos”, disse o Presidente e CEO da Sasol Fleetwood Grobler. “A conclusão desta unidade e sua transição iminente para nossa joint venture com a LyondellBasell irão acelerar nossa transformação em uma empresa mais focada em produtos químicos especializados com uma forte presença de produtos químicos básicos em nosso portfólio.”

A unidade LDPE da Sasol usa tecnologia ExxonMobil e tem uma capacidade nominal de 420.000 toneladas por ano (420 ktpa). O LDPE é usado para fabricar sacolas plásticas, filme retrátil e filme extensível, revestimentos para copos e caixas de papelão, tampas de recipientes, garrafas compressíveis e outras aplicações. A operação benéfica da unidade LCCP final sinaliza que 100% da capacidade total da placa de identificação do LCCP está operacional.

A unidade de LDPE é uma das três plantas LCCP que farão parte da joint venture Sasol/LyondellBasell Louisiana Integrated Polyethylene.

Até o momento, o Projeto Lake Charles Chemicals da Sasol gerou mais de 800 empregos de manufatura de qualidade em tempo integral, com até 6.500 pessoas no local durante a construção, US$ 4 bilhões para empresas da Louisiana e quase US$ 200 milhões em impostos locais e estaduais.

Etiquetas
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar